Brasil, matadouro para extração de órgãos

Compartilho vídeo de Paulo Pavesi.

Após assistir ao vídeo, pense sobre o que foi feito com tantos seres humanos que foram trancados em hospitais, impedidos de receber visitas e saíram em um caixão lacrado direto para o crematório ou cemitério, sem direito a autópsia e velório. O que fizeram com os corpos dessas pessoas? Elas morreram ou foram assassinadas? Seus corpos estavam íntegros nos caixões? Haviam corpos neles?

“Não esqueça de doar os órgãos dos seus filhos”

Como apresentei no texto acima, a maior parte dos brasileiros morre dentro de um hospital, e já era assim antes da falsa pandemia de gripe:

https://amellocristina.wordpress.com/2022/01/28/dissidencia-controlada/

Mais uma coisa sobre a qual deve pensar:

O ritual: carnaval dos médicos e enfermeiros durante a falsa pandemia de covid-19. https://odysee.com/@alinecristina:9/medicos-dan%C3%A7ando:4

Os brasileiros têm um hábito, que foi propositalmente incutido em nossas mentes para nos escravizar, de que tudo de ruim que há no mundo só acontece no nosso país, e que das fronteiras à fora tudo vai às mil maravilhas.

Em Londres, 2020:

https://www.bbc.com/portuguese/geral-52329427

A paciente morreu cinco minutos após Nittla desligar o suporte do respirador.

https://www.bbc.com/portuguese/geral-52329427
https://www.bbc.com/portuguese/geral-52329427

A culpa pelas mortes vai para a covid!

Inglaterra, novamente, 2010:

https://saude.estadao.com.br/noticias/geral,enfermeira-e-flagrada-ao-desligar-respirador-artificial-por-engano,629592

Brasil, 2013:

https://oglobo.globo.com/politica/paciente-de-uti-em-curitiba-escreveu-bilhete-pedindo-socorro-familia-7638768

Brasil, 2013:

https://www.midianews.com.br/cotidiano/medica-desligou-aparelho-de-paciente-do-sus-diz-enfermeiro/150677

Em 2017 foi absolvida:

https://veja.abril.com.br/brasil/medica-acusada-de-acelerar-morte-de-pacientes-e-absolvida/

E recebeu uma indenização:

https://veja.abril.com.br/brasil/medica-acusada-de-acelerar-morte-de-pacientes-e-absolvida/

Brasil, 1999:

https://istoe.com.br/30911_O+ENFERMEIRO+QUE+MATAVA+OS+DOENTES+/

EUA, 2021:

https://www.noticiasaominuto.com.br/mundo/1853323/enfermeiro-e-condenado-por-matar-pacientes-no-texas
https://br.noticias.yahoo.com/enfermeiro-alemao-mata-85-pacientes-152500982.html

Essa é uma pequena amostra do que acontece nos hospitais pelo mundo à fora.

Quando começou a falsa pandemia ainda vivia em Portugal, lá, desde que cheguei, em Maio de 2019, as notícias só mostravam médicos e enfermeiros fazendo greve, médicos apanhando de pacientes dentro dos hospitais, crianças que nasciam sem nariz e olhos e tantos outros tipos de erros groceiros.

De repente, aquela gente que agredia médicos passou a aplaudí-los todos os dias e a chamá-los de heróis, sempre em uma hora determinada pela TV. Como num ritual, cantavam, dançavam e aplaudiam esses profissionais que até outro dia matavam, mutilavam, negligenciavam, faziam greves…

Fato que repetiu-se em várias partes do mundo, como Espanha, Itália, Brasil e outros…

Saímos de uma situação onde profissionais cometiam crimes, irregularidades, negligências e eram cobrados por isso, para uma situação onde esses mesmos profissionais passaram a receber seus salários sem ter que atender esses pacientes, e além disso passaram a ser elogiados e ovacionados em um ritual diário de aplausos.

O ritual, parte 02: aplausos para médicos e enfermeiros. https://odysee.com/@alinecristina:9/aplausos:d4

A população de Portugal é de apenas 10 milhões de habitantes.

https://www.tsf.pt/sociedade/saude/mais-de-950-registos-de-violencia-contra-profissionais-de-saude-so-no-ano-passado-10589572.html
https://diariodistrito.pt/casal-de-medicos-sequestrados-e-agredidos-no-hospital-de-setubal/

https://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/medico-suspeito-de-espiar-enfermeiras

Passado o desespero midiático sobre um vírus:

https://cnnportugal.iol.pt/vila-nova-de-gaia/agressao/medica-agredida-nas-urgencias-do-hospital-de-vila-nova-gaia/20301124/61c082d50cf2cc58e7d88eec
https://observador.pt/2022/06/15/mulher-gravida-agride-medica-em-servico-de-urgencias-de-obstetricia-no-hospital-amadora-sintra/

Agora, pelo menos aqui na Espanha, os médicos que testam positivo ficam afastados do trabalho, recebendo normalmente seus salários. Estes profissionais estão com várias doses de “vacinas”, máscaras, álcool e ficam testando positivo constantemente.

Como foi possível transformar uma situação onde pacientes agrediam médicos e enfermeiros, para outra onde a população obedece e aceita qualquer tipo de desculpa para não ser atendida em um hospital?

Recentemente uma conhecida que estava com cesárea de gêmeos marcada, foi mandada de volta para casa por ter um resultado de PCR positivo. O teste é uma condição imposta para que tenha direito ao serviço, mas se ele dá positivo o serviço é negado e a paciente mandada para casa. Somente após uma semana, com um novo teste, ela pôde ter seus bebês.

Esses são os “heróis da linha de frente” e seus admiradores agradecidos!

Publicado por amellocristina

Arquiteta e Urbanista

4 comentários em “Brasil, matadouro para extração de órgãos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: